sexta-feira, junho 24, 2016

JES NO MOXICO: Presidente da República recebido sob forte ovação no Moxico


Presidente diz que Angola está privada de 60 porcento de receitas petrolíferas


ECONOMIA ANGOLANA - Produção de rochas ornamentais acima dos 100 porcento em Maio

A nota refere ainda que o aumento da produção de rochas ornamentais no período em análise deveu-se a acumulação da produção dos meses anteriores de uma empresa que, na altura, não havia sido contabilizada nos período anteriores a Maio.
Comparativamente a produção de Maio de 2015, em que a produção fixou-se em mil e 239,33 metros cúbicos, registou-se um aumento de cerca de 308 porcento. Em relação a meta anual, a produção de rochas ornamentais alcançou 31,88 porcento.
O documento indica ainda que em Maio do corrente ano foram exportados cerca de três mil e 797 metros cúbicos, enquanto em Abril último exportou-se mil 790 metros cúbicos, verificando-se um aumento de 112,10 porcento, devido à acumulação de blocos retidos no Porto do Namibe provocada pelo atraso dos navios.
Em relação ao período homólogo de 2015, que foi de pouco mais de 837 metros cúbicos, constatou-se um aumento de 353, 62 porcento por causa da participação de maior número de empresas na exportação de rochas ornamentais.
O informe esclarece que as Republicas da Índia, China, Espanha, Egipto, Polónia, Portugal e Itália foram os principais países de destino das exportações de rochas ornamentas. Relativamente a meta anual, a exportação de rochas ornamentais alcançou 23,96 porcento.
Quanto ao valor das vendas (no mercado nacional e internacional), em Maio deste ano foi de USD 903 mil e 532 dólares americanos. Comparativamente a de Abril do mesmo ano, que foi de 175 mil e 527, houve um aumento de 414,75 porcento.
Relativamente ao período homólogo de 2015, em que o valor das vendas foi de 209 mil e 263 dólares, registou-se um acréscimo de 331,77 porcento. Quanto a meta anual, o valor das vendas alcançou 25,79 porcento.

quinta-feira, junho 23, 2016

Moçambique em Crise: PGR sem indícios de corrupção num caso envolvendo ex-Presidente

Maputo - A procuradora-Geral da República de Moçambique, Beatriz Buchili, afirmou que não foi encontrada matéria para abrir um processo-crime contra o antigo Presidente moçambicano Armando Guebuza num alegado caso de corrupção envolvendo a petrolífera italiana ENI.
"As notícias (sobre suspeitas de corrupção) davam conta que a Procuradoria de Milão, na República da Itália, estaria a investigar o caso. Na sequência, desencadeamos mecanismos para recolha de informação junto da congénere italiana, tendo recebido a informação de que não existia nenhum processo que envolvia aquele dirigente. A averiguação foi arquivada por falta de matéria", afirmou Buchili na Assembleia da República de Moçambique, durante a leitura da Informação Anual do Procurador-Geral da República.

Crise em Angola: Estado deve 22 milhões de euros por obras no leste do país


Luanda - O Estado angolano deve atualmente 4,2 mil milhões de kwanzas (22 milhões de euros) por empreitadas de obras públicas, inseridas no programa de investimento público de 2014, na província do Moxico.
A preocupação foi manifestada esta terça-feira pelo governador daquela província do leste de Angola, João Ernesto dos Santos, onde se realizou a reunião da Comissão Económica e da Economia Real do Conselho de Ministros, liderada pelo Presidente angolano, José Eduardo dos Santos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postes populares