quinta-feira, Setembro 01, 2005

ESCREVER, ESCREVENDO O QUE ESCRITO NAO ESTA


Cada coisa a seu tempo.
Nestes dias a necessidade de escrever se faz mais forte, a leitura esige um resumo, como a boa conversa uma conclusao de que valeu a pena essa troca simbolica. …(blocado)… Mas nao è facil escrever, isso mostra porque tanta gente deixa este mundo sem condividi ras suas ideias e aspiraçoes, muitos por falta de tempo e outros por falta de oportunidade, outros ainda por nao insistir. Um insistir que se traduz em “ousar”, desafiar o peso das proprias maos, dos proprios vicios que nos tiram o tempo util para escrever, reflectir sobra a nossa pobre esistencia, o curso da historia, etc. Ousar, ousar olhar alem, projectar, desejar o infinito, em outras palavras “ir contra a corrente”.
Ok, de momentos fico por aqui, resta a doce sensaçao de ter escrito estas pobres palavras, espero que sejam uteis a quem tiver tempo de ler.

Ate breve...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livros e Dicas de Angola